Moda Necessária

guarda-roupa-variadoSempre que sou convidada a dar dicas de moda, sinto a necessidade de primeiro expor o que penso sobre moda, afinal, moda pra mim vai muito além de tendências e marcas e cores e combinações. Percebo cada vez mais, o quanto o significado da palavra moda, mudou. O quanto moda, deixou de ser um assunto fútil e sem importância. Acho difícil alguém dizer que vive totalmente imune a ela, até mesmo aquelas pessoas que adoram dizer que tem aversão à moda.

A minha definição de moda é muito simples. Moda pra mim, nada mais é que comunicação.

Vocês já devem ter ouvido isso antes, muitas pessoas usam essa definição, mas você entende, quando alguém diz que moda é comunicação?
O que você pensa quando abre seu armário para escolher uma roupa? Como a Cris Guerra citou em determinado texto, você já parou pra pensar que você é o seu próprio estilista?

A escolha de uma roupa é baseada em vários aspectos; os compromissos do dia, os ambientes frequentados, as companhias, o conforto, o humor, a imagem que quer passar… e por aí vai. “A imagem visual que você transmite nos primeiros dez segundos a uma pessoa que o vê pela primeira vez, é o suficiente para que ela tire todas as primeiras impressões sobre você. Estudos indicam que 55% da primeira impressão que as pessoas têm de você é baseada em sua aparência, 38% em seu tom de voz e 7% no que você diz, demonstrando assim que somos totalmente visuais.”

Felizmente ou infelizmente, você pode ser o melhor no que faz (não se sustenta uma imagem sem conteúdo), mas se sua aparência não for aprovada, se você não passar uma imagem positiva, de credibilidade, dificilmente você terá chances de provar que é bom. Isso é cruel? Talvez. Mas como citei, somos criaturas totalmente visuais, precisa-se acreditar no que está vendo.

A forma como você se veste comunica as pessoas o seu estilo, a sua acessibilidade, o que você pensa e possivelmente, o que você quer. O carinho com que você cuida da sua aparência, diz muito sobre você. E acreditem quando eu digo e eu sempre digo, insistentemente (perguntem aos meus amigos e clientes), que as pessoas quando aprendem a criar e trabalhar a sua própria imagem de maneira adequada, suas vidas mudam, mudam pra muito melhor.

Sabem por quê? Por que pessoas com autoestima bem trabalhada e elevada, são mais felizes, mais confiantes, mais seguras, mais independentes… e ai, tanto na vida pessoal, quanto profissional, tudo flui de outra maneira. Não existe melhor terapia do que se olhar no espelho e confiar no que está vendo.

Então devemos ser escravos da moda? Não. Devemos usá-la a nosso favor, de acordo com o estilo de cada um. Adequação, essa é uma boa palavra. Adequar à moda de acordo com o seu estilo pessoal, estilo de vida, tipo físico, personalidade…

Afinal, sentir-se bem e feliz, só torna a vida mais fácil!

moda-necessaria-por-bianca-ladeiaBianca Ladeia – Consultora de Imagem e Estilo Pessoal e Corporativa, com formação acadêmica em Administração de Empresas e Modelagem e Estilismo. Atua no mercado orientando pessoas e empresas em como atingir autenticidade, credibilidade e autoconfiança através da imagem pessoal. Atua também como Design de Moda, com experiência em pesquisa de tendências, tecidos, cores e produtos na linha feminina, desenvolvimento de coleção e acompanhamento de produção. Uniformização em empresas, Personal Shopper e Personal Stylist.